Inovação

Enquanto a febre do Pokémon continua, surgem preocupações sobre aspectos sociais e vida da bateria

À medida que a febre do Pokémon Go continua inabalável, surgem histórias de pessoas ferindo-se e até mesmo batendo seus veículos enquanto jogam. Dessa forma, os pais podem muito bem estar se perguntando quais são os perigos do jogo sobre os quais eles devem ter ciência (A menos, claro, que você seja um pai que esteja jogando este jogo. Neste caso você provavelmente estará se divertindo mais do que eu).

size_810_16_9_2016-07-22t082847z_1135775611_s1aetqzxmdaa_rtrmadp_3_nintendo-pokemon-japan

A ideia do Pokémon Go é boa, pois ele faz as crianças saírem de casa e se movimentarem. Mas no artigo da CNN, intitulado “Guia dos pais para o Pokémon Go”, levanta algumas preocupações legítimas. Uma delas é o conceito de “módulos isca”, como a CNN escreve:

Você também deve estar ciente de que estranhos com suas próprias agendas podem influenciar onde o seu filho vai encontrar Pokémons. Os lojistas podem atrair clientes ativando os “módulos isca”. Estes itens do jogo fazem com que mais criaturas Pokémon apareçam virtualmente em uma área específica e, dessa forma, “atraiam” os jogadores para caçá-los nas suas lojas da vida real.

Esta técnica também pode ser utilizada por motivos nefastos. A polícia do Missouri reportou que assaltantes armados utilizaram o Pokémon Go para levar vítimas potenciais para locais isolados.

Também há um lado competitivo no jogo, e o artigo da CNN alerta, “A competição amigável pode tornar-se emocional”. Em outras palavras, brigas podem ocorrer se o seu filho tiver êxito em frequentar uma “academia” Pokémon de outro jogador, por exemplo. A publicação também levanta algumas preocupações legítimas sobre a segurança e a necessidade de ter cuidado com as informações pessoais que você divulga.

Entrando no lado técnico das coisas, há uma preocupação real sobre a vida da bateria. Como qualquer aplicativo que exija uma grande troca de informações com servidores distantes – o Waze, por exemplo – o Pokémon Go consome muita bateria do smartphone. Este artigo da CNET confirma isso:

O Pokémon Go parece ser um grande devorador de bateria. E isso não é totalmente surpreendente: o jogo móvel de sucesso estrondoso da Nintendo habilita o GPS, processador gráfico, celular e câmera do seu telefone E requer que você mantenha a sua tela iluminada para poder vê-la ao ar livre… tudo ao mesmo tempo.

A CNET realizou um teste para verificar com que velocidade o jogo consome a bateria de um telefone, e constatou que 30 minutos de jogo consumirão 15 por cento da vida da bateria de um celular. Como a CNET escreve:

“Nesse ritmo, você pode esperar que um iPhone 6S morra em menos de 7 horas de Pokémon Go — mas isso assumindo que o Pokémon seja o único aplicativo em execução no seu celular! Curiosamente, um dos nossos funcionários consumiu 45 por cento da bateria de um iPhone 6S em 30 minutos em um aplicativo diferente, em uma execução descontrolada, e meu Galaxy S7 pessoal não dura um dia de trabalho completo se eu jogar Pokémon por qualquer período.”

E isso para as pessoas que têm empregos. Os adolescentes de 13 anos aparentemente acham que seu trabalho é jogar jogos como Pokémon Go, logo eles terão problemas de bateria quando sair de casa por algum tempo.

Para isso temos algumas soluções. Primeiramente, o jogo tem um modo economizador de bateria integrado, embora não seja o que eu chamaria de intuitivo, mas é difícil imaginar muitas crianças preocupando-se em fazer isso.

Outra solução é usar um carregador de bateria portátil. A APC by Schneider Electric produz uma linha de carregadores portáteis que oferece alguns recursos impressionantes, sem deixar de lado a segurança – ou seja, eles não causarão incêndios. Sim, não são apenas os hoverboards que podem pegar fogo espontaneamente. Há apenas dois anos, a Consumer Product Safety Commission realizou um recall de mais de 175.000 carregadores portáteis, dizendo: “Quando a unidade estiver sendo carregada ou sendo utilizada para carregar outro dispositivo, poderá superaquecer, gerando um risco de incêndio”.

APC

O que eles estão falando refere-se àqueles carregadores portáteis baratos que as empresas dão de brinde nas feiras comerciais e afins. Mas os modelos APC têm recursos tais como proteção contra temperatura excessiva, que desliga o dispositivo se a temperatura da bateria subir acima de sua faixa de operação segura. Além disso, dependendo do modelo, eles oferecem até duas cargas completas para um smartphone, o que fará o seu filho pequeno (ou, bem, qualquer pessoa) perseguir Pokémons por um longo tempo.


One Response

Deixe uma resposta

  • (will not be published)