Gestão de Infra-estrutura

Cinco razões para a manutenção preventiva

Manter equipamentos de distribuição elétrica em níveis de desempenho ótimos pode ser desafiador e estressante. Por quê? Nada funciona sem uma rede de energia confiável!

O desenvolvimento de uma estratégia de manutenção para o seu sistema de distribuição elétrica é uma decisão comercial sólida e a implementação de um programa de manutenção preventiva elétrica é um ótimo ponto de partida. Aqui estão cinco razões:

# 1 – Proteger pessoas e equipamentos

Os gerentes de planta devem garantir a sustentabilidade de seus negócios e, com isso, é responsável por avaliar e adotar todas as medidas técnicas e economicamente disponíveis para minimizar o risco de eventos indesejados. Esses eventos podem causar perda de ativos da planta, mas também colocar os trabalhadores em perigo. Equipamentos de distribuição elétrica, como disjuntores, fusíveis, etc., são projetados para minimizar o risco e a gravidade dos acidentes ou da avaria dos equipamentos. Portanto, a primeira prioridade de manutenção é garantir que essa função seja realizada.

# 2 – Maximize o tempo de atividade do seu equipamento elétrico

Um programa de manutenção preventiva regularmente agendado diminui as interrupções do processo e reduz o estresse no equipamento elétrico. Demora menos tempo para que a manutenção preventiva seja realizada por uma interrupção agendada do que ter reparos de emergência em equipamentos elétricos.

# 3 – Melhore a Eficiência Energética

A pesquisa mostra que o equipamento regularmente mantido é mais eficiente em termos energéticos. Ao longo do tempo, o desgaste normal causa estresse aos componentes que podem resultar na diminuição da eficiência energética do dispositivo. Menos desgaste no equipamento significa menos energia desperdiçada enquanto ele está funcionando. A manutenção preventiva pode ser realizada durante período não comercial para diminuir o impacto no seu negócio.

# 4 – Melhorar o Gerenciamento de peças sobressalentes

As peças de reposição isoladas podem somar metade da totalidade dos custos de manutenção. A substituição da manutenção reativa pela manutenção preventiva ajuda a reduzir o número de falhas em peças e/ou sistemas complexos. Como resultado, mais dinheiro e tempo podem ser gastos em melhorar seu processo de produção.

# 5 – Otimize o custo total de propriedade

Os gerentes da fábrica querem manter o equipamento de distribuição elétrica de suas instalações funcionando bem durante o maior tempo possível, considerando os custos significativos de qualquer aquisição de novos equipamentos (CapEx). As operações comerciais também devem ser mantidas funcionando o mais facilmente possível a um custo ótimo (OpEx). Sem manutenção, o potencial de tempo de inatividade não planejado aumenta.

As situações reativas (reparação) podem causar a venda de peças sobressalentes e de mão-de-obra a um preço superior, além do custo da perda de produtividade. Implementar uma estratégia de manutenção preventiva elétrica mitiga o risco de tempo de inatividade. Saber quando um desligamento programado ocorrerá, permite que o gerenciamento estabeleça níveis de pessoal adequadamente.

 

O ponto principal é que a manutenção preventiva elétrica ajuda a reduzir o custo total de propriedade (CapEx + OpEx) e cria mais valor para sua empresa. Além disso, ajuda as empresas a cumprir os requisitos da OSHA, NFPA 70E e outras autoridades competentes.

Mantenha seus equipamentos com a rotina de manutenções adequadas, possibilitando assim uma operação segura, nossos profissionais da Field Services estão prontos para atender as demandas necessárias de sua companhia.

Temos uma equipe técnica capacitada e com procedimentos de segurança atualizados para evitar acidentes desnecessários, pois acreditamos que um ótimo atendimento começa pela segurança de nossa equipe técnica.

Consulte a Field Services para todos os tipos de demandas, temos um grande portfólio de serviços que poderá ajudar a manter sua operação segura e com 100% de aproveitamento.


No Responses

Deixe uma resposta

  • (will not be published)