Gestão de Energia / Eficiência Energética

Como a IIoT está determinando o Futuro das Indústrias Intuitivas

As indústrias intuitivas são uma realidade.  O aumento da digitalização demanda um controle adaptado e leva as indústrias à conectividade, possibilitando o fluxo bidirecional de energia e de informações. Isso permite o surgimento de um mundo ainda mais eficiente.  Acreditamos firmemente que a automação e a eficiência energética ativa vão liderar o caminho no setor industrial.

A implementação em larga escala de sensores sem fio de baixo custo, viável nos dias de hoje — além do trabalho crítico que está sendo realizado nas áreas normativas — está aumentando rapidamente a digitalização de todos os segmentos industriais.  Dispositivos, produtos e máquinas inteligentes conectados podem interagir de maneira transparente, permitindo que as indústrias utilizem a digitalização para obter uma maior eficiência, mais controle e mais valor. Para nós, o futuro das indústrias intuitivas depende de uma arquitetura de IOT de ponta a ponta, que elimina a complexidade da adoção da Internet Industrial das Coisas.  Chamamos esta arquitetura de EcoStruxure™ para a Indústria.

 As mudanças estão impulsionando a Indústria 4.0

Cinco grandes avanços tecnológicos estão promovendo a digitalização no setor industrial, abrindo o caminho para o EcoStruxure:

  • Conectividade – a conectividade baseada em padrões possibilitou a implementação de sensores sem fio em larga escala. Além disso, os próprios sensores tornaram-se muito mais baratos. A combinação destes dois fatores está aumentando rapidamente a implementação da IIoT.
  • Mobilidade – a proliferação de dispositivos inteligentes mostra a difusão da comunicação .  As experiências do usuário são fáceis e ricas e, tecnologias como as de reconhecimento do usuário estão gerando ainda mais eficiência para as indústrias.
  • Nuvem – trata-se de compartilhar dados e  trabalhar simultaneamente, utilizando o mesmo banco de dados para melhorar a eficiência onde antes não era possível. Usar a  nuvem quer dizer que se pode gerenciar as instalações e ativos remotamente, de qualquer lugar, e isso permite que se  adquira habilidades específicas necessárias para gerir os negócios, independentemente da localização geográfica.
  • Dados Analíticos – o uso crescente de dados analíticos na Indústria está proporcionando conhecimento e capacidade aos operadores para torná-los tomadores de decisões nos negócios, em tempo real. A otimização resultante, pode ser sentida em todos os níveis de uma empresa.
  • Segurança cibernética – com a digitalização surge uma necessidade ainda maior de proteger os ativos industriais. Camadas de proteção embutidas no controle, na segurança e nos sistemas SCADA, permitem que a indústria se beneficie da computação em dispositivos móveis e na nuvem.

Aproveitando as oportunidades

A IIoT promete um enorme número deoportunidades.  A Accenture anuncia que a IIoT poderá adicionar US$ 14,2 trilhões na economia global. Para os nossos clientes industriais, vemos três áreas nas quais pode-se aproveitar este potencial:

(1) O nosso próprio Relatório de Negócios de IoT 2020 identificou a eficiência operacional  como um dos cinco principais benefícios da IIoT. Na Indústria, falamos sobre a eficiência operacional há muitos anos, mas hoje é diferente. A IIoT está gerando níveis sem precedentes de eficiência operacional, que é ativada graças ao fluxo único e ininterrupto de informações necessárias para atingir a pessoa certa, no momento certo. De maneira bem simples, o resultado é um aumento global da eficiência em toda  a empresa: na produtividade, qualidade, lucro, saúde e segurança.

(2) A IIoT está transformando os modelos de negócio de todos os segmentos industriais. Com a IIoT, as regras de concorrência, produção e prestação de serviços estão mudando.  Esta megatendência disruptiva, oferece às organizações a capacidade de estabelecer novas ofertas de produtos e serviços híbridos que geram novos fluxos de receita.

(3) Nos últimos anos, a importância da segurança cresceu significativamente. As empresas industriais devem ser mais protegidas, mais seguras e, ao mesmo tempo, mais produtivas. Todos os níveis das máquinas, fábricas e empresas, podem beneficiar-se do foco na proteção e segurança cibernética, com um efeito positivo sobre os resultados financeiros.  Além disso, nossos serviços de automação industrial ajudam os clientes a navegar por essas áreas com ampla especialização e planos de serviço específicos para cada negócio.

Pioneirismo em indústrias intuitivas

A indústria sempre esteve na vanguarda da conectividade, produtividade e eficiência, esforçando-se continuamente para obter melhorias operacionais.  A indústria é o primeiro setor no qual a Schneider Electric conectou tudo. Então, para nós, a IoT Industrial não é uma revolução.  É uma evolução, pois impulsionamos a conectividade neste setor desde 1997, quando lançamos a ideia de uma Transparent Factory, ousadamente baseada nas tecnologias da Internet e Ethernet, e não em protocolos de rede proprietários.

Vinte anos depois, a digitalização, conectividade, sistemas embarcados e softwares são naturais para nós. E o nosso negócio sempre envolveu os melhores equipamentos disponíveis: máquinas, transformadores, disjuntores, inversores de frequência e CLPs.  São essas “coisas” que tornam a Internet das Coisas Industrial ainda mais empolgante para nós.

A evolução da IIoT agora está começando a testemunhar a total integração, de ponta a ponta, além de soluções completas para sistemas de automação e controle. Nós nunca paramos de inovar para conseguir isso — construindo máquinas, fábricas e operações inteligentes para tornar as indústrias mais intuitivas.

Combinar produtos conectados, controle de ponta, aplicativos, análises e serviços, possibilita uma oferta completa — algo que, atualmente, nenhuma outra empresa pode oferecer aos seus clientes.  Esta capacidade total é viabilizada pela Inovação em Todos os Níveis da Schneider Electric. E isso está mudando rapidamente as indústrias do presente e do futuro.


No Responses

Deixe uma resposta

  • (will not be published)