Gestão de Energia / Eficiência Energética

Carbono: o segredo do desempenho do seu negócio

Para uma empresa mais verde, determine a quantidade de carbono!

O carbono está se transformando rapidamente em uma indicação de desempenho dos negócios e de responsabilidade empresarial em diferentes setores.

Segundo um relatório de pesquisa independente sobre opções de gerenciamento de carbono, “dentro do contexto de uma crescente conscientização dos riscos de mudanças climáticas atualmente, as emissões de carbono das empresas (e o consumo de energia que são gerados) estão sendo examinadas como chave no desempenho do negócio”.

Embora seja uma substância tão importante, o carbono apresenta diversos desafios para empresas. Mais especificamente, as companhias o consideram essencial e, ao mesmo tempo, é árduo o trabalho de monitorar e medir de forma exata o consumo energético, o custo total de propriedade e a responsabilidade empresarial.

o-carbono-e-a-amazonia-3
Uma maneira avançada de monitorar emissões de carbono

Felizmente, há solução: Sistemas de software avançados que permitem às empresas monitorar, gerenciar e notificar o uso de energia e as respectivas emissões de carbono.
“As empresas há muito tempo utilizam sistemas eletrônicos para rastrear e gerenciar a movimentação de ativos na empresa.” afirma Chris Mines, Vice-presidente Sênior e Diretor de Pesquisa da Forrester® Research, Inc. Hoje, sistemas de software avançados também permitem às empresas rastrear e gerenciar o consumo de energia.

 

Por que sua empresa deve medir as emissões de carbono

Existem diversas razões pelas quais uma empresa deveria medir suas emissões de carbono. Há 4 motivos que merecem destaque:

1)    Alcance de novos mercados

Muitos clientes importantes somente podem ser alcançados com um sistema de gestão ambiental nas corporações, o que já é uma exigência em grande parte do mercado. Além disso, como os dados ficam disponíveis em programas ligados ao setor, como o Programa Brasileiro GHG Protocol, muitas empresas têm acesso aos dados dos seus concorrentes e é possível fazer uma comparação com o seu desempenho.

2)    Obtenção do selo ambiental

O inventário de emissões é um dos requisitos básicos para uma empresa obter este selo.

3)     Antecipação à legislação

A realização de inventário de emissões pode representar uma antecipação à futuras legislações nacionais. Como o Brasil assumiu compromissos internos e também em tratados internacionais, é muito provável que haja alguma legislação sobre o tema. Se a empresa já estiver preparada, não será surpreendida.

4)     Melhor gestão ambiental = menos efeito estufa

Com um monitoramento das emissões de carbono, é possível evitar possíveis danos ambientais e até mesmo multas, autuações ou outros enfrentamentos que poderiam surgir com a falta de atenção ao tema.

bulb_marketing2
Arquitetura EcoStruxure® de Gestão Energética Ativa®

Sistemas de software relacionados ao uso de energia podem compactar os gerenciamentos convencionais e criam barreiras para o uso da energia. “O EcoStruxure da Schneider Electric, por exemplo”, comenta Mines, “insere uma camada de gerenciamento em grande parte do portfólio da empresa, em sistemas de TI, construção, segurança e energia e oferece interfaces de programação de aplicações (APIs) para que outros sistemas possam aproveitar seus dados”.

Portanto, seja no caso de uma empresa que procura avaliar com mais exatidão seu consumo de energia, seja para saber qual o custo dessa energia, ou, ainda mais importante, para saber como reduzir o consumo energético, os sistemas de software ‘verde’ são essenciais para aumentar a responsabilidade ambiental em escala global.

Para saber mais sobre gerenciamento de energia inteligente, visite: www.schneider-electric.com

– Veja mais em: http://www.voltimum.com.br/articles/carbono-o-segredo-do-desempenho-do-negocio#sthash.Lx4nNLIr.dpuf


No Responses

Deixe uma resposta

  • (will not be published)