Gestão de Infra-estrutura

Manutenção Preventiva: uma abordagem mais estratégica para assegurar a disponibilidade de UPS´s

Muitas vezes testemunhamos, clientes comprarem um equipamento de alto valor agregado, e não perceberem a necessidade de adquirir um plano de manutenção adequado para seu UPS, e então serem surpreendidos, três ou quatro após a compra, pela necessidade de algum tipo  de manutenção,  tendo como consequencias a inatividade dos equipamentos, e altos custos de reparos não planejados.

Shanghai Skyline with clouds and smog at sunset

Como a maioria dos equipamentos, os UPS´s necessitam de manutenção periódica, incluindo substituições de baterias, substituição de ventiladores, limpeza e afins, sabemos disso, e isso não deve surgir como uma surpresa. A única grande  questão é como você deseja lidar com isso.

Em primeiro lugar, precisamos  pensar porque você comprou este equipamento. Para um UPS, o que você precisa proteger? Qual seria o tamanho do problema se um UPS não estivesse disponível quando você precisasse dele, significando que tudo o que você deveria proteger ficou indisponível devido a uma queda ou interrupção de energia? Qual seria o efeito líquido não apenas sobre o seu cliente, mas sobre os clientes desse cliente?

Por exemplo,  em um hospital, de maneira que seus “clientes” são os funcionários do hospital, vamos dizer que você tem um UPS protegendo um aparelho de ressonância magnética e ele falha devido a um problema na bateria. Agora, não é necessária uma queda de energia completa para causar problemas nessa situação, pois um equipamento de ressonância magnética é delicado e requer energia boa e limpa. Qualquer tipo de oscilação ou distorção pode causar problemas. Se isso acontece, então o seu cliente – o especialista que opera a máquina – certamente não ficará feliz. E nem o “cliente” do especialista, o paciente que está fazendo o exame de ressonância, e que agora terá de voltar em outra hora. Isso não é bom para nenhum envolvido e certamente é caro para a organização.

Pensar em seus clientes, e nos clientes dos seus clientes, pode impedi-lo de tomar decisões míopes. Neste caso, deve ficar claro que um plano de manutenção reativa, onde você só conserta os equipamentos após eles quebrarem, não será suficiente.

Uma abordagem mais estratégica é um plano de manutenção preventiva. Pois  com uma rotina de manutenções que preveem possiveis falhas por desgate de peças, falta de refrigeração ou até mesmo fim de fida útil de componentes, conseguimos diminuir as falhas no equipamento e com isso o tempo de insdiponibilidade do sistema que afeta diretamente o cliente final e a lucratividade da organização. Hoje em dia, a maioria dos UPS´s, podem gerar todos os tipos de informações de diagnóstico sobre a sua própria saúde, facilitando que no ato da manutenção preventiva a correção de alguma necessidade possa ser feita antecipadamente com precisão.

É importante manter esse tipo de discussão e analisar estes cenários no ato da compra do seu UPS. Faça um plano de como você manterá os equipamentos ao longo do seu ciclo de vida (e potenciar  a sua vida útil,com programas de revitalização ). Fazer isso ajudará a assegurar que o seu UPS possa realizar o trabalho para o qual ele foi projetado e que você não será surpreendido com paradas inesperadas e despesas não provisionadas.

Deixe uma resposta

  • (não será publicado)