Gestão de Energia / Eficiência Energética

Por que a gestão de ativos começa com um plano de manutenção estratégica

Quais são suas maiores preocupações operacionais? Se o seu primeiro pensamento foi “falha no equipamento”, você não está sozinho. O equipamento está no coração das operações comerciais e o fracasso não só afeta processos essenciais, mas também põe em perigo pessoas e equipamentos.

Uma estratégia bem planejada de manutenção de equipamentos de distribuição elétrica é um pilar chave da sua estratégia de gerenciamento de ativos que ajuda muito a reduzir o risco de falha. Os resultados de uma estratégia de manutenção eficaz são de grande alcance para as operações, melhorar a manutenção não é apenas economizar dinheiro, também melhora a segurança, garante a continuidade do serviço para minimizar o tempo de inatividade, melhora a eficiência, otimiza o desempenho dos equipamentos mais antigos e amplia sua vida útil a custos ótimos alémn de aumenta a eficiência da gestão de ativos.

Uma das etapas mais importantes no planejamento de um programa de manutenção é determinar a criticidade, o valor, as capacidades de serviço, a expectativa de vida esperada e o orçamento, porque, é claro, nem todos os equipamentos são igualmente importantes para o seu negócio e nem todos requerem o mesmo grau de manutenção. Por exemplo, a falha de ativos não críticos pode não gerar riscos de segurança ou dificultar as operações, de modo que a abordagem de execução para essa falha pode ser mais prática. Mas em outros casos, como quando o equipamento é crucial para operações, segurança ou tempo de atividade, o objetivo da manutenção é aumentar a confiabilidade, e isso requer um planejamento diferenciado.

A manutenção baseada em condições é uma estratégia preventiva baseada em diagnóstico que mantém o equipamento em condições ideais. Esta abordagem utiliza características de manutenção preventiva, tais como inspeções regulares, manutenção de equipamentos e substituição de peças em equipamentos de distribuição de energia que garantem desempenho confiável e seguro, com a adição muito importante de testes e análises e / ou monitoramento contínuo.

Utilizar serviços avançados de diagnóstico, seja on-site (agendado ou sob demanda) ou contínuo, fornece uma visão completa do estado físico do equipamento e de como ele está funcionando. Os resultados permitem a detecção precoce de risco que pode impedir a falha do equipamento, identificando ativos enfraquecidos ou avarias, permitindo que os operadores reparem ou substituam pró-ativamente o equipamento antes que ele leve ao tempo de inatividade. Os diagnósticos também geram decisões como gerenciamento de peças sobressalentes e cronogramas de manutenção e economizar custos, promovendo a eficiência energética. O papel do diagnóstico em uma estratégia de manutenção contínua cresce com a adição de análises de ativos preditivos mais avançados, plataformas sofisticadas de TI e outras tecnologias, que aumentam e melhoram a visão em tempo real das condições de desempenho e equipamentos.

A manutenção inteligente, baseada em diagnóstico, está mudando o gerenciamento de ativos, dando às empresas o poder de evitar o tempo de inatividade através de uma tomada de decisão mais informada e uma melhor visibilidade da manutenção, economizando dinheiro, protegendo ativos e aumentando a sustentabilidade empresarial.

Deixe uma resposta

  • (não será publicado)